Me deu saudades da Bahia…

Relato da minha participação do GAF 2018 e minha ida para Salvador e Feira de Santana – Bahia.

Em setembro de 2018 fui um dos selecionados a participar do GAF (Graffiti Arte Feira) em sua 5ª edição na cidade de Feira de Santana, Bahia. Após realizar alguns trabalhos remunerados em São Paulo no mês de agosto, corri e comprei as passagens com um mês de antecedência, e pra minha surpresa estava indo para um encontro cuja a galera que foi selecionada também os conhecia de outros eventos.

O evento aconteceu nos dias 29 e 30 na cidade de Feira de Santana, foram mais de 50 artistas convidadxs para essa festa, que contou com grafiteirxs de diversos estados do país, e também de artistas estrangeiros. Foram dois dias intensos de calor, de troca de ideias, de alegria, de conexões e de muita posição política de todxs artistas no evento contra a candidatura a presidência Jair Bolsonaro. A maioria dos trabalhos tinham:  #EleNão presente nos trabalhos de maneira explícita e outras nem tanto mas estavam lá.

Além disso, a ida para Bahia me fez reconectar minhas raízes e novamente alimentar minha fonte de energia. A todo foram 10 dias no estado e 8 estando na cidade de Salvador sendo hospedado na casa da minha amiga/irmã Kátia Sista e do amigo/irmão Robson Finho.

Fizemos vários roles, falamos sobre política, veganismo, straight edge, música, liberdade, amor, amizade, fortalecimento, energização e yoga (sim, fiz duas aulas de experimentação e que me fizeram reavaliar meu pensamento a mim mesmo e a importância de respirar e respeitar meus limites e atitudes). Que dias maravilhosos de muitas trocas, de muitas ações realizadas e principalmente a afirmação das alianças de amizade e consideração que foram estabelecidas nessa minha terceira vez na cidade tão queria e porreta de energia como Salvador representa pra mim.

Todos os dias da viagem, eu tive o prazer de ter a companhia de uma pessoa especial, que me deu muita atenção e acompanhou praticamente tudo que fiz por lá – via whatsapp – de São Paulo. Foi bacana ter a sensação de que eu não estava sozinho – me pensamento – mesmo estando alguns quilômetros longe de casa e da minha família. Queria agradecer imensamente a Aline que esteve plena comigo dialogando e trocando diversas ideias – eu sobre os graffitis e roles e ela me falando sobre a escrita do mestrado e as conclusões que ela estava chegando.

Por fim, queria agradecer imensamente também as pessoas que revi e as novas amizades que foram feitas durante esta viagem tão importante e especial para mim. Em particular aos amigxs/irmãos Kátia e Finho (vocês são fodas demais meus queridos, amo vocês), ao meu amigo de Belo Horizonte Diego Open (satisfação em te rever irmão, dias massas demais), ao amigo Kbça (um dos responsáveis pela organização do GAF), ao hermano de tinta e futuro geógrafo Pipino (tamo junto mano), ao parceiro MAO (bom te rever mano, foi massa demais) e a tantas outras pessoas que lá reencontrei. Aos meus amigos Luciana – Rango Vegan (bom demais de rever viu minha hermana), Suzane (professora de yoga que se tornou amiga também, valeu pelas aulas e dicas) ao irmão Robson Veio (satisfação em te ver novamente, aos 45 minutos do segundo tempo…) e por ai vai.

A viagem pra terra que SalvaDor em mim.

Sair de mim e ir ali
Trocar ideia com outra plateia.
Não sei como vai ser
Mas acredito que será pra valer…

A pena que tenho
É não poder levar comigo
Algumas pessoas.
Mas tudo bem, tá de boa
Vou sorrir por elas e eles à toa.

Eu sei que volto
Mas a vontade real é de ficar.
Recomeçar a viver e fazer novas histórias.
Mas ainda não é a hora.

Vou ali e já volto
Com muita prosa pra compartilhar.
Vou ali mas logo estarei aqui
Pra contar a vocês como foi essa viagem…

Dentro de mim
Um encontro do meu si
Aproveitar o meu eu
E experienciar meu ínterim.

Vander Che – 25/09/2018

 

WhatsApp Image 2018-09-23 at 21.31.50WhatsApp Image 2018-09-24 at 12.02.40IMG_1368IMG_1390IMG_1417IMG_1429IMG_1456IMG_1480IMG_1496 (1)IMG_1530IMG_1521IMG_1566IMG_1523IMG_1469IMG_1467IMG_1470IMG_1532IMG_1533IMG_1561IMG_1538IMG_1610IMG_1651IMG_1972IMG_1973IMG_1679IMG_E1976

Estou de voltar ao lar

Voltar e me reencontrar.
Conectar os plugs em novas conexões.
Buscar sinais para novas paixões.
Estar presente nas ocasiões.

Ficar fora me fez perceber
Que ainda tenho muito o que fazer.
Obrigado Salvador pela energia renovada.
Agora São Paulo, se prepara pois to armado pra batalha.

Minhas convicções foram fortificadas.
Ideias mil foram trocadas.
Amigas e amigos que ficam estão guardados
Na minha memória, na minha vida, na minha estrada.

Voltar pra estar
Presente em minha quebrada.
A labuta continua galera.
E nossa vitória vira além da urna.

Tempos difíceis – eu sei e não tá fácil.
Mas me recordo de quantas e quantos foram tombados.
Armado ou não, continuarei lutando
Pela minha existência, por minha vontade e pelo meu passado.

A conexão não falhará.
Sei muito bem por onde pisar.
Obrigado amigas e amigos da Bahia.
Logo mais eu volto para vos visitar.

Vander Che.
06/10/2018
Voltando de Salvador-BA para São Paulo-SP.

 

 

Anúncios
Publicado em Uncategorized | Deixe um comentário

Amizades que se formam, se fortalecem e transformam nossas vidas mais leves e ricas.

Em setembro de 2018 recebi na Garagem Ateliê uma galera extremamente especial – em tempos tão sombrios. É uma galera que eu admiro e que estão nos corres massas demais, e que fazem muito pela zona leste e por outras quebradas também.

A ideia inicial deste encontro foi pensado para produzirmos algumas coisas no ateliê, trocar algumas ideias e falar sobre tudo que estivéssemos a vontade de compartilhar uns com os outros em uma tarde de segunda feira. Até entrevista para uma pesquisa de mestrado aconteceu no espaço e isso me faz acreditar – cada vez mais – na potência sobre espaços artísticos existentes e presentes nas periferias das cidades.

Resistir para Existir Sempre.

Queria agradecer imensamente a Aline Lourenço pela presença e pelo fortalecimento que você vem construindo, trabalhando, narrando e discutindo sobre a região de Ermelino Matarazzo em seu trabalho de pesquisa, massa demais e saibas que estamos junto, precisando é só gritar.

E agradecer também a presença do casal da Veganize Pizzaria Cultural: Maicon e a Mari que compareceram pra conhecer o espaço e já tiveram uma aula prática com as tintas e as ideias do amigo Pegge.

Valeu por colarem, por estarem presentes na Garagem Ateliê e por viverem esse momento tão importante pras nossas quebradas e para nossa existência.

Sigamos juntxs hoje e sempre.

IMG_1313IMG_1315IMG_1319

Publicado em Uncategorized | Deixe um comentário

Graffiti, Pixação e Amizade.

No dia 22 de setembro de 2018, fui convidado pelo pelo amigo Biro para participar da 2ª Festa Jóia Crew na cidade de Guarulhos/SP.

O evento ocorreu nos dias 22 e 23 de setembro no Jardim Nova Ipanema e teve a participação de vários grafiteiros e grafiteiras da cidade de São Paulo e de outros estados.

Vida longa a todas pessoas envolvidas nesse projeto.

De quebra, estive no final do mesmo dia com meus amigos Viny e Almir pra trocar ideia e falar sobre projetos, comida e política.

42205420_2597771160236782_2337857764157554688_n

WhatsApp Image 2018-10-23 at 20.23.10WhatsApp Image 2018-10-23 at 20.23.10 (1)WhatsApp Image 2018-10-23 at 20.23.11WhatsApp Image 2018-10-23 at 20.23.11 (1)WhatsApp Image 2018-10-23 at 20.23.12WhatsApp Image 2018-10-23 at 20.23.12 (1)

Publicado em Uncategorized | Deixe um comentário

Projeto Arte Urbana Educa – FDE 2018.

Em setembro de 2018, escrevi o Projeto Arte Urbana Educa para o Programa Cultura Ensina do FDE – Fundo de Desenvolvimento a Educação do Estado de São Paulo.

A proposta apresentada foi de realizar um workshop sobre Arte Urbana e realizar uma intervenção artística – junto a estudantes das escolas públicas – nos muros das escolas estaduais.

Ao todo foram 4 escolas que pude apresentar esse projeto trabalhando diretamente com alunas e alunos das escolas. A atividade era aberta para a comunidade e outras pessoas que usam as escolas públicas aos finais de semana no Programa Escola da Família, e isso foi bem bacana para aproximarmos o universo das artes visuais e da arte urbana para dentro das escolas. Três das escolas foram na cidade de São Paulo e uma na cidade de Pilar do Sul, interior do estado.

Abaixo, segue alguns dos registros das escolas que percorri e os trabalhos que foram desenvolvidos.

Que a arte urbana possa ganhar mais espaços de diálogo, de discussão, de entendimento e explanação entre as pessoas que buscam por conhecimento e se inquietam com o que vem de arte nas ruas, sejam em locais centrais e de grande circulação de pessoas quanto de locais mais afastados dos centros urbanos.

Vamos que vamos pois o jogo não pode parar.

IMG_1114IMG_1121IMG_1122IMG_1118IMG_114713578141517142342654_687550008291375_2747020254562484224_n42427624_687549018291474_2118739746875244544_n42437770_687549031624806_2693043639617060864_n42332490_687549151624794_159096459206066176_n42329629_687549238291452_8039251838270177280_n42319349_687549188291457_3946246767955148800_n42428984_687549341624775_2999999549193322496_n42512697_687549391624770_825725699087138816_n42492231_687549414958101_3334824505120915456_n42342672_687549451624764_8012978943499960320_n2WhatsApp Image 2018-09-23 at 19.27.43WhatsApp Image 2018-09-23 at 19.27.42WhatsApp Image 2018-09-23 at 19.27.42 (1)WhatsApp Image 2018-09-23 at 19.27.38WhatsApp Image 2018-09-23 at 19.27.39IMG_1274IMG_1275IMG_1276IMG_1277IMG_1271IMG_1273

 

Publicado em Uncategorized | Deixe um comentário

4º Encontro Nacional de Graffiti UNC – União Nacional Crew – Colombo/Paraná 2018.

Nos dias 7, 8 e 9 de setembro aconteceu o 4º Encontro Nacional de Graffiti – UNC – na cidade de Colombo/Paraná.

Várias grafiteiras e grafiteiros de vários estados se destinaram para o sul do país para participar desse evento que teve: gastronomia, shows de rap, sessions de skate, atividade com as crianças autistas de Colombo, pintura facial para crianças, graffiti e muita gente firmeza no role.

Uma conexão incrível com todas as pessoas participantes do evento, desde os organizadores a alimentação, do cuidado que as pessoas tiveram com a recepção e acomodação da galera, pela extensão sensacional que o Gardpam desenvolveu no acampamento da galera na escola e por ai vai…

Diria que esse role foi um dos mais fodas que já fui na vida. Pintando a mais de 10 anos pude sentir o real sentido – novamente – de colar em eventos e poder me divertir, dar muita risada e aproveitar ao máximo cada momento e conhecimento compartilhados com uma galera sem igual. Portanto, deixo aqui meu mais sincero agradecimento a todas as pessoas que fizeram o 4º Encontro de Graffiti UNC ter renovado minhas expectativas no real significado do graffiti, que pra mim é o encontro, a troca de ideias e fortalecimento de amizades para além dos muros.

Vida longa ao UNC.

Fotos: Henrique Madeira, Vander Che, Byl.

46af6840-be4b-4124-b8fa-b8e267347b810839a2ba-09a9-4bc4-b388-8ddc83b28d49bb09f480-2a81-415a-be50-9f51ce02d1702e9136c7-7137-481c-b111-467e0c64d3bf0c03fb64-106a-4349-9e50-6628825fbc66IMG_0919IMG_0988IMG_0967IMG_0959IMG_0950IMG_0960IMG_0972IMG_0966IMG_1013IMG_1014IMG_1015IMG_1016IMG_0970IMG_0986IMG_1017IMG_1010IMG_1012IMG_0980IMG_0979IMG_0991IMG_1020IMG_1021IMG_1022IMG_1023IMG_1024IMG_1025

IMG_0932IMG_1031

Publicado em Uncategorized | Deixe um comentário

Graffiti na Ocupação Cultural Mateus Santos. Parte 2.

A Ocupação Cultural Mateus Santos fica localizado no bairro de Ermelino Matarazzo, zona leste da cidade de São Paulo, capital.

A mais de trinta anos, diversos coletivos culturais e grupos artísticos da região lutam por um espaço cultural no bairro. Atualmente, Ermelino Matarazzo e o distrito da Ponte Rasa (localizado no mesmo território) possui 207 mil habitantes – segundo o último censo de 2010 – sem uma Casa de Cultura.

Dentro dessa perspectiva, nada mais justo e legítimo do que essa luta ter conseguido alguns avanços e também alguns retrocessos. Para dar resposta a essa irresponsabilidade do poder público de incentivar cultura nas bordas da cidade, o Movimento Cultural Ermelino Matarazzo – formado por diversos artistas, coletivos e grupos artísticos do bairro – resolveram ocupar um prédio público e reivindicar da prefeitura de São Paulo e da Secretaria de Cultura a legalidade e implementação de um espaço pra região. No final de 2014, o então prefeito Fernando Haddad decretou no endereço Avenida Paranaguá, 1633 a Casa de Cultura de Ermelino Matarazzo. De lá pra cá muitas coisas mudaram, assim como a gestão administrativa da cidade, e o caráter de ocupação tomou mais legitimidade do que Casa de Cultura.

Com toda essa agitação e discussão de políticas públicas culturais pro bairro, uma galera nova e de muito atitude e coragem começou a realizar várias intervenções no local, hoje ocupado por vários coletivos e também por moradores e moradoras do bairro.

Abaixo, segue algumas fotos da segunda intervenção que realizei no espaço junto ao movimento cultural.

IMG_0806+1IMG_0807+1IMG_0808IMG_0809+1IMG_0810 (1)

Publicado em Uncategorized | Deixe um comentário

Pintura de shape.

Pintura é um processo lento e ao mesmo tempo individual. As cores, formas, ideias e traços surgem – para mim – com auxílio de muita música, relaxamento e vontade de criar. Mas essa é uma coisa que vem de dentro de mim, e fica difícil de dar a receita para tal feito.

No final das contas, o processo de criação é tão importante quanto o resultado final.

Que a arte possa encantar e deixar-se ir para além do que vemos, afinal de contas antes da arte e da artista ou do artista há uma vida, há sentimentos e há muitas histórias a serem levadas em consideração para o conjunto de qualquer obra acabada.

IMG_0790IMG_0789IMG_0791IMG_0787

Publicado em Uncategorized | Deixe um comentário